Só faltou o peixe cru

22Mar10

Há bastante tempo eu me dava por satisfeita com minha assinatura digital e com acompanhar notícias nos portaizões. Na sexta-feira resolvi novamente assinar um jornal. Papel, mídia tradicional, tinta nos dedos e vento atrapalhando. Sabe como é?

Vários motivos. Primeiro, a reforma no Estadão. Admito que fiquei curiosa e quis acompanhar essas primeiras semanas de mudança. Depois, ouvi o comentário de um repórter do Portal Exame sobre a cobertura de negócios pelo Estadão – segundo ele, bem melhor do que a da Folha. Terceiro, eu venho ao trabalho de ônibus. Trajeto rápido, mas que poderia ser bem aproveitado com outra coisa além de ouvir The XX. Outra: os jornais brasileiros já perderam 7% da circulação em 2009. Sinto-me uma boa alma ao ajudar com mais uma assinatura este ano. E, por último, uma verdade que pouca gente admite: abrir milhares de abas e dar conta de ler tudo é uma farsa!

E mais: por alguma razão achei que ser retrógrada, abrir a porta de casa logo cedo como os nossos tios-avós e encontrar aquele tomo do qual você consegue selecionar 30% de folhas úteis me forçaria a ler de uma sentada. “É um respeito ao pessoal que faz a entrega de madrugada e ao zelador e passa distribuindo os (poucos) jornais pelo prédio”, pensaria comigo mesma. E mais: se um dia eu pintar o apartamento, posso ter meus próprios jornais para forrar o chão.

Com tudo isso, te pergunto: por que você também não assina um jornal?

Advertisements


No Responses Yet to “Só faltou o peixe cru”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: