Edifício Joelma 36 anos depois

27Apr10

Fotos publicadas na Veja de 6 de fevereiro de 1974 Fotos: Sérgio Jorge

Não. Nada. Não aconteceu nada lá hoje.

Só comigo.

Calhou de eu precisar contar quantas páginas a Veja dedicou à cobertura do incêndio de 1974 – foram 17, 12 só de primorosas fotolegendas na matéria intitulada “O Fogo contra a Cidade”.  Muitas mostram algumas dos quarenta moradores do edifício de 25 andares que simplesmente se atiraram. Olhando agora, em tempos de brigadas de incêndio e bombeiros-Super-Homens, as imagens parecem mórbidas e as quedas livres, decisões estúpidas. Mas em 74, como eram os extintores e quem tinha celular para pedir socorro imediatamente?

Quando eu nasci, o incêndio já tinha completado seus onze anos e já tinha entrado para o rol das  “fábulas da cidade”, das  “histórias que a minha vó conta”,  e daquilo “que aconteceu naquele terreno amaldiçoado”… O edifício, claro, continua lá, na Avenida Nove de Julho. Eu, novata na metrópole, devo ter passado por lá várias vezes e nunca atentei que aquele era o famoso Joelma.

Por isso a gente se sente tentado a ser brega e usar clichês:  a fotografia tem o incrível poder de congelar o momento e e fazê-los (e as sensações que eles trazem) inesquecíveis.

A matéria da Veja está aqui: http://veja.abril.com.br/arquivo_veja/capa_06021974.shtml

Advertisements


No Responses Yet to “Edifício Joelma 36 anos depois”

  1. Leave a Comment

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s


%d bloggers like this: